INFORMATIVO

Aumento na tarifa de energia

28-01-2015 - Aumento na tarifa de energia

A fatura de energia já entra o novo ano custando mais cara. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou, nesta sexta-feira (26/12), que foi fixada a bandeira tarifária vermelha para janeiro, o que significa que os consumidores de todo o país, com exceção do Amazonas, Amapá e Roraima que ainda não estão no Sistema Interligado Nacional (SIN), vão pagar R$ 3,00 a mais por cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos no mês que vem. O reajuste ocorre porque 2015 começa com o início do sistema de bandeiras, que indicará ao consumidor as condições de geração de energia elétrica.

Cada vez que as termelétricas forem acionadas nos quatro subsistemas do país — Norte, Sul, Sudeste/Centro-Oeste e Nordeste — a bandeira será vermelha, o que significa custos altos de geração. A bandeira amarela representa custos em elevação, e, nesse caso, as tarifas são acrescidas de R$ 1,50 a cada 100 kWh. Somente com sinalização verde não haverá aumento na conta de luz.

Além de apontar qual é a real situação da geração, o sistema que entra em vigor em janeiro repassa mensalmente às tarifas parte dos custos quando estes estão mais elevados, como é o caso atualmente, em que o parque térmico está acionado para poupar água nos reservatórios das hidrelétricas.

Antes, a Aneel repassava esse custo apenas uma vez por ano, no período de revisão tarifária de cada distribuidora. Portanto, o órgão regulador afirma que não é um custo adicional e sim uma modificação no fluxo financeiro. O que era acumulado e reajustado anualmente, agora passa a pesar no bolso do consumidor todos os meses.

A exemplo do que ocorreu nesta sexta-feira, a Aneel sinalizará sempre no mês anterior qual será a bandeira do mês seguinte. Isso permitirá que o consumidor, ao saber que a geração de energia terá custos mais elevados, racionalize o consumo.

Especialistas do setor elétrico são unânimes em dizer que 2015 promete ter bandeiras tarifárias vermelhas em quase todo o país o ano inteiro. Talvez a região Sul consiga ver outra sinalização. Em 2014, quando o sistema operou em caráter de teste, o sinal ficou vermelho em 11 dos 12 meses do ano, com exceção de janeiro, quando foi amarelo, em todo o país. No Sul, a bandeira foi amarela também no mês de julho.

Fonte: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2014/12/26/internas_economia,463617/aumento-na-tarifa-de-energia-entra-em-vigor-a-partir-de-janeiro.shtml